Produtos

Frutíferas

Annona scleroderma / poshte ou cawesh

Clique na imagem
para ampliar

Deliciosa anona medindo até 10 cm de diâmetro, de forma arredondada e achatada nos polos, dotada de casca resistente (coriácea). Sua polpa é cremosa e muito aprazível, sem granulosidade ou fibras, bem doce e lembrando o sabor da fruta-de-conde (Annona squamosa) com toques de abacaxi. As sementes, relativamente pouco numerosas, são negras e brilhantes, separando-se com facilidade da polpa. A árvore, em cultivo, apresenta porte similar ao da graviola (Annona muricata), com a qual sua forma e folhagem se parecem.

Usos: Os frutos são muito apreciados em sua região de origem, e comercializados em feiras livres. No Havaí e na Austrália vêm ganhando crescente popularidade, devido não somente ao excelente sabor, como também pela resistência ao transporte e manuseio. A árvore é muito ornamental, de copa colunar e densa, formada por folhas brilhantes e grandes (25 cm x 8 cm), com verso levemente acinzentado a ferrugíneo.

Cultivo: Aprecia climas tropicais e subtropicais com chuvas bem distribuídas ao longo do ano, sobre solos drenados e férteis. Apesar de precisar de sombra parcial na fase juvenil, a árvore adulta vai melhor a sol pleno. Em seu habitat natural, vegeta entre 300 e 1.000 m de altitude. Frutificação a partir de 4 anos de idade, decorrendo um longo intervalo entre a floração e a maturação dos frutos.

Origem: Costa pacífica de Honduras e Guatemala, sendo cultivada com mais frequência no último país.

Família: Annonaceae.

Observações: O especialista em anonáceas Har Mahdeem (Flórida, EUA) considera o poshte sua anona predileta, tendo realizado várias incursões à América Central para seu estudo e compreensão.

e-jardim © 2008 - Web Designer Guilherme Faria