Produtos

Frutíferas

Herrania pulcherrima / herrânia-de-flores-vermelhas

Clique na imagem
para ampliar

Frutos de forma elíptica, pouco pontiagudos, com casca provida de 10 quinas e amarela na maturação, contendo aproximadamente 50 sementes pequenas (c. 1 cm) envoltas por deliciosa polpa agridoce e fundente. Sua floração é caulinar, de formação nas partes medial e inferior do tronco, com flores muito vistosas, de coloração vermelho-encarnada. A planta é uma arvoreta de 2-3 m quando cultivada, muito elegante.

Usos: A polpa agridoce que envolve as sementes é muito saborosa, sendo consumida ao natural ou utilizada para o preparo de suco, sorvete e espessante alimentício (deixada de molho em água até formar mucilagem). O último subproduto tem propriedades semelhantes à celebrada chia. Com a polpa e sementes trituradas no liquidificador, faz-se uma deliciosa e nutritiva geleia. A arvoreta tem grande potencial ornamental, encantando pela exuberância de sua floração.

Cultivo: De rápido crescimento e frutificação, desde que mantida em condições ideais, ou seja, clima tropical ou subtropical sem geada, meia sombra e solo fértil que retenha um pouco de umidade. Vai muito bem em vasos, onde frutifica com facilidade.

Origem: Colômbia e Equador, em bosques subandinos, desde o nível do mar até 1.000 m de altitude.

Família: Malvaceae (antiga Sterculiaceae).

Observações: Anteriormente confundida neste site com Herrania balaensis, da qual se distingue, entre outras características, pelos frutos menos acuminados, glabros e amarelos (vs. pronunciadamente acuminados, híspidos e amarelo-esverdeados); e pelas flores com as pétalas pouco obovadas e de coloração vermelho-crimson (vs. fortemente obovadas e de coloração esbranquiçada na base a rosa-arroxeada em direção à extremidade).

e-jardim © 2008 - Web Designer Guilherme Faria